SOBRE

A trajetória da VIDEOFILMES é marcada pela CONQUISTA de mais de 400 PRÊMIOS internacionais, entre eles o URSO DE OURO e URSO DE PRATA no Festival de BERLIM, Palma de Ouro em CANNES (Melhor Atriz), GLOBO DE OURO, dois prêmios BAFTA, e conta ainda com 8 INDICAÇÕES e 1 OSCAR® por suas PRODUÇÕES e COPRODUÇÕES.

Criada pelos irmãos Walter e João Moreira Salles em 1986, a VideoFilmes é uma produtora independente com 35 anos de trajetória no mercado audiovisual, considerada referência pelo valor artístico de seus trabalhos.

A produtora já realizou mais de 100 projetos de filmes de ficção, documentários, séries, programas para Tv, coproduções nacionais e internacionais. Dentre suas produções estão os filmes de ficção “Central do Brasil” e “Linha de Passe”, de Walter Salles; os documentários “Santiago” e “No Intenso Agora” de João Moreira Salles; e filmes de renomados diretores como Sérgio Machado, Eryk Rocha e Karim Aïnouz, além dos documentários do grande mestre Eduardo Coutinho.

Dentre as produções recentes estão “Deslembro”, longa de ficção de Flavia Castro, que estreou no Festival de Veneza de 2019; “Irmãos Freitas” série de ficção de Sérgio Machado, de 2019, em coprodução com a Gullane; “Fico te devendo uma carta sobre o Brasil”, o documentário que estreou no IDFA de 2019, de Carol Benjamin, em coprodução com a Daza Filmes e Muiraquitã Filmes. A VideoFilmes coproduziu com a Uns Produções o documentário de Renato Terra e Ricardo Calil, “Narciso em Férias”, que estreou na Biennale de Veneza em 2020, e produziu o documentário “Marinheiro das Montanhas”, de Karim Aïnouz que estreou em Seção Especial no Festival de Cannes em 2021.

DIRETORES

Walter Salles

Walter Salles

A viagem que hoje tem On the Road como última parada já teve o Japão de destino em 1985, ano em que Walter Salles dirigiu Japão, uma viagem no tempo. De documentários como a série exibida na Rede Manchete até a adaptação do livro de Jack Kerouac, o cineasta e sócio da VideoFilmes construiu uma filmografia que tem como alguns dos temas recorrentes são viagem, juventude, identidade e exílio.

Seu início de carreira foi marcado por documentários e especiais de TV sobre personalidades como o músico Chico Buarque e o artista plástico Franz Krajcberg, presente em Krajcberg, o Poeta dos Vestígios e Socorro Nobre. As produções conquistaram prêmios no Festival dei Popoli, na Itália, e no Fipa d’Or, na França. A partir da segunda metade dos anos 90, Salles passou a se dedicar mais à ficção.

Em 1995, ele realizou sua primeira co-direção com Daniela Thomas. Terra Estrangeira, protagonizado por Fernanda Torres e Fernando Alves Pinto, teve Portugal de cenário principal. O enredo tratou de uma realidade do governo Collor: o drama de brasileiros exilados que sofreram na tentativa de se adaptar a uma nova identidade.

Joao Salles

João Moreira Salles

A filmografia de João Moreira Salles resume bem a multiplicidade dos documentários da VideoFilmes. Ele começou com participações em projetos do irmão ao escrever, por exemplo, os roteiros de Krajcberg, o Poeta dos Vestígios e de Caetano, 50 anos, programa de TV co-dirigido por Walter Salles e José Henrique Fonseca.

Seus primeiros trabalhos em direção se caracterizaram por viagens para fora do Brasil. Em 1987, sua estreia foi com a série China – o Império do Centro exibida pela Rede Manchete. Em seguida, ele seguiu para os Estados Unidos onde gravou América, especial de cinco episódios também da Manchete, e Blues – documentário sobre bluesmen pouco conhecidos do grande público.

Porém, nem todos os temas tratados por João Moreira Salles estiveram no exterior. A literatura nacional foi um dos assuntos de seu interesse. Em 1990, ele realizou Poesia é uma ou duas linhas e atrás uma imensa paisagem. Com fotografia de Walter Carvalho, o curta-metragem tratou da poesia de Ana Cristina César e venceu o Festival Fotóptica. Para o GNT e em co-produção com a companhia francesa Caméras Continentales, João fez ainda o documentário Jorge Amado.

+ DE

35

ANOS DE TRAJETÓRIA

+ DE

100

PRODUÇÕES

+ DE

400

PRÊMIOS

+ DE

31

MILHÕES DE ESPECTADORES

HISTÓRIA

  1. 1985 – Walter dá início às filmagens da série: Japão, Uma Viagem no Tempo.

    1986 – A série Japão, Uma Viagem no Tempo é exibida em um formato de 5 episódios na TV Manchete.

    1987 – Walter segue os moldes da série sobre o Japão e inicia a série China, o Império do Centro. O programa vai ao ar, com direção de João Salles.

     

    A produtora Eróica se torna VideoFilmes

     

    1987 – Os irmãos Walter e João Moreira Salles criam a VideoFilmes.

    1987 – A VídeoFilmes produz a série Artistas Brasileiros, série que inspira a criação do documentário Krajcberb – Poeta dos Vestígios  lançada neste mesmo ano.

    1988 – Produziu o especial musical Marisa Monte.

    1989 – Produção do filme Chico – o País da Delicadeza e a série América.

    1989 – João dirige o documentário experimental Poesia É Uma ou Duas Linhas e Por Trás Uma Imensa Paisagem.

  2. 1985 – Walter dá início às filmagens da série: Japão, Uma Viagem no Tempo.

    1986 – A série Japão, Uma Viagem no Tempo é exibida em um formato de 5 episódios na TV Manchete.

    1987 – Walter segue os moldes da série sobre o Japão e inicia a série China, o Império do Centro. O programa vai ao ar, com direção de João Salles.

     

    A produtora Eróica se torna VideoFilmes

     

    1987 – Os irmãos Walter e João Moreira Salles criam a VideoFilmes.

    1987 – A VídeoFilmes produz a série Artistas Brasileiros, série que inspira a criação do documentário Krajcberb – Poeta dos Vestígios  lançada neste mesmo ano.

    1988 – Produziu o especial musical Marisa Monte.

    1989 – Produção do filme Chico – o País da Delicadeza e a série América.

    1989 – João dirige o documentário experimental Poesia É Uma ou Duas Linhas e Por Trás Uma Imensa Paisagem.

  3. 1985 – Walter dá início às filmagens da série: Japão, Uma Viagem no Tempo.

    1986 – A série Japão, Uma Viagem no Tempo é exibida em um formato de 5 episódios na TV Manchete.

    1987 – Walter segue os moldes da série sobre o Japão e inicia a série China, o Império do Centro. O programa vai ao ar, com direção de João Salles.

     

    A produtora Eróica se torna VideoFilmes

     

    1987 – Os irmãos Walter e João Moreira Salles criam a VideoFilmes.

    1987 – A VídeoFilmes produz a série Artistas Brasileiros, série que inspira a criação do documentário Krajcberb – Poeta dos Vestígios  lançada neste mesmo ano.

    1988 – Produziu o especial musical Marisa Monte.

    1989 – Produção do filme Chico – o País da Delicadeza e a série América.

    1989 – João dirige o documentário experimental Poesia É Uma ou Duas Linhas e Por Trás Uma Imensa Paisagem.

  4. 1985 – Walter dá início às filmagens da série: Japão, Uma Viagem no Tempo.

    1986 – A série Japão, Uma Viagem no Tempo é exibida em um formato de 5 episódios na TV Manchete.

    1987 – Walter segue os moldes da série sobre o Japão e inicia a série China, o Império do Centro. O programa vai ao ar, com direção de João Salles.

     

    A produtora Eróica se torna VideoFilmes

     

    1987 – Os irmãos Walter e João Moreira Salles criam a VideoFilmes.

    1987 – A VídeoFilmes produz a série Artistas Brasileiros, série que inspira a criação do documentário Krajcberb – Poeta dos Vestígios  lançada neste mesmo ano.

    1988 – Produziu o especial musical Marisa Monte.

    1989 – Produção do filme Chico – o País da Delicadeza e a série América.

    1989 – João dirige o documentário experimental Poesia É Uma ou Duas Linhas e Por Trás Uma Imensa Paisagem.